30.06.2016

Uma garota e seu quarto

rania1

Eu sei que não devo ser a única a me identificar com esse projeto maravilhoso de Rania Matar, intitulado A Girl and Her Room, mas quem melhor que eu mesma pra entender minhas próprias loucuras e meus sonhos acordados dentro do meu quarto? Este é o melhor lugar do mundo, com certeza. O lugar que abriga todas as minhas imperfeições e testemunha todos os meus risos e choros. Todas as paredes que me envolvem já ouviram de tudo, gritos e sussurros. Todos os meus objetos testemunham minhas fraquezas e, principalmente, minhas forças. É aqui que todas as minhas ideias surgem e me pergunto coisas que só este projeto pode ser capaz de responder.  :ribbon:

Leia Mais
Categorias: Arte
23.04.2016

The Atlas of Beauty

  • atlas6
  • atlas9
  • atlas10
  • atlas11
  • atlas12
  • atlas13
  • atlas1

Só queria começar dizendo que este é um dos projetos mais lindos que já vi! Você pode pensar “ah… mas são só garotas comuns de outros lugares do mundo. O quê tem demais?” Simplesmente TUDO é demais. De repente aquele pensamento “o quê será que uma menina de minha idade, de outra cultura, que fala outro idioma, estaria fazendo agora, do outro lado do mundo?” torna-se tangível…

Leia Mais
Categorias: Arte
20.04.2016

The Sis Code

Existe um termo em inglês chamado The Bro Code, que representa um conjunto de regras do qual todos os homens deveriam seguir. Um bro é a versão simplificada de brother, e cada bro deveria deixar de lado as diferenças e tratar todos os outros homens como irmãos. E qual seria o único objetivo disso tudo existir? Entre outras ~coisas~, seria criar laços de fraternidade entre todos os cromossomos Y. Conversando com amigas, tirei uma conclusão (que já me perguntava há algum tempo): se existe o Bro Code, porquê não existe The Sis Code?

Leia Mais
Categorias: Autoral
19.04.2016

Vida longa às rainhas

camel-girl

Eu fico a pensar como justificar a quem pergunta “por quê você fez um blog? E ele é sobre o quê?”. Esta é apenas uma vontade pessoal em influenciar mais garotas, como eu. Garotas que ficam sonhando acordadas, que ficam preocupadas, que se dedicam, que imaginam o quê aquela garota indiana está fazendo, o quê aquela garota mexicana está comendo, o quê aquela garota sueca está lendo. Quais são seus sonhos e suas dificuldades. Suas realidades.

Leia Mais
Categorias: Autoral